A volta dos MMORPG com Black Desert – BGS 2018

Para quem viveu em frente aos computadores na década de 2000, sabe o que foi o boom dos MMORPG. Ragnarök, Line Age, World of Warcraft entre vários outros fizeram parte da era de ouro desse gênero de jogo. Mas todos sabemos que hoje em dia, quem detêm os holofotes são os jogos battleroyale como PUBG Fortnite, seguido pelos MOBAS como LOL e DOTA2. Mas mesmo assim, os RPG’s ainda tem uma fã base muito forte. E é com esses fãs que o pessoal da Black Desert conta para reviver o gênero!

Após um ano de seu lançamento, o jogo volta à Brasil Game Show, e mais uma vez, com um estande de respeito com várias máquinas rodando o game, para de vez colocar BD no mapa. Segundo o representante da  Red Fox – distribuidora do jogo no país - Byong Hwan Kang o público brasileiro acolheu o jogo com força, conseguindo derrubar o servidor na última BGS e movendo clãs inteiros para o evento este ano.

Ao comentar sobre a dificuldade que os jogos de RPG passam ultimamente, Kang comenta que o público é bem fiel ao gênero “[...]o jogador de RPG é muito fiel, eu não conheço nenhum que passou a desgostar do gênero com o tempo. E com o boom desses novos estilos, ele ficou órfão de um bom jogo. Black Desert veio para suprir essa falta que os amantes de RPG tem[...]“

Outro ponto que faz Black Desert despontar nesse mar de jogos competitivos são os jogadores casuais. As possibilidades no game são enormes, de ir disputar um PVP num embate entre guildas, até ir pescar ou conversar com seus amigos  “[...]os jogos competitivos às vezes acabam criando um círculo vicioso predatório onde você joga a primeira, perde, se irrita, joga de novo e perde, isso acaba se tornando muito frustrante. Nos RPG’s você tem a possibilidade de tanto provar suas habilidades em batalhas contra jogadores, se juntar com seus amigos e fazer missões ou simplesmente coisas mais mundanas como juntar materiais para fazer um equipamento…” essas inúmeras possibilidades fazem de Black Desert uma ótima pedida para jogadores mais casuais que querem fugir da toxicidade que alguns jogos mais competitivos trazem “[...] as vezes o cara só quer chegar do trabalho e relaxar, conversar com os amigos e matar alguns mobs, sem ser xingado no chat.” completa Kang. 

Trazendo várias novidades para a BGS 2018, como uma nova classe e região,  algumas outras novidades ainda estão por vir “[...] existem muitos upgrades programados, novas classes e muito conteúdo ainda está por vir por esses anos, mas que claro, não posso falar agora.” quando perguntado sobre a possibilidade de Black Desert entrar mais a fundo no cenário competitivo, Kang não descartou totalmente a ideia “[...] estamos fazendo testes, aqui mesmo na BGS com uma arena PVP. Estamos estudando, está nos nossos planos, para quando chegar o momento de investir nos eSports, façamos um bom trabalho, nada amador.

Para quem gosta daquela sensação nostálgica dos MMORPG,ou se considera um jogador mais casual, que não tem se encaixado nessa onda de jogos mais competitivos, Black Desert é uma ótima pedida para você!

 

 

 

 

Nerd: Leandro

Padawan de jornalista, 25 primaveras e acredita que todas as Tekpix são na verdade Decepticons à espera de uma ordem da Skynet para acabar conosco!

Share This Post On