Bandersnatch: inovação ou mais do mesmo?

“Ah, isso é tão Black Mirror!”

Pra muita gente essa frase pode significar algo bom e atrair a atenção, pra mim funciona exatamente de forma oposta: tudo que é tão Black Mirror, eu to correndo! Como tudo na vida, nada é unânime. Nada agrada a gregos e troianos. Black Mirror, não poderia ser diferente.

Sei que existe uma legião de pessoas que acham a série fantásticas, mas pra mim é algo que tem grande potencial, mas mais atrapalhar a sociedade do que ajuda. Ao meu ver, dá muita ideia do quão idiotas ainda podemos nos tornar. Mas é SÓ a minha opinião.

Por isso, pode parecer estranho que eu tenha resolvido assistir Bandersnatch, um filme Black Mirror. A princípio eu pensei em não assistir, mas quanto mais fui sabendo sobre o assunto, mais curioso fui ficando, até saber que era baseado nos livros-jogos que tanto me diverti no fim de minha infância / começo de adolescência.

Assisti, joguei, me diverti, racionalizei e formei minha opinião. Vi muita gente fazendo comparativos com outros tipos de mídia, atuais e antigos e resolvi opinar, claro.

As comparações que mais vi foram com: outros filmes (tal como Efeito Borboleta), programas de TV (Você Decide) e jogos (Heavy Rain, etc). E isso me fez repensar o que eu havia formado como opinião. Bandersnatch é algo realmente inovador que a Netflix fez ou é simplesmente uma nova roupagem de tudo isso que foi citado?

Se eu te disser que é um pouco dos 2, você concorda? Tem inovação ao mesmo tempo que é mais do mesmo! Não acredita? Confere o vídeo então e me diz depois se estou certo ou errado.

Deixa o seu comentário dizendo o que você achou do vídeo e de Bandersnatch!

Nerd: Carlos AVE César

EXAGERADO! Jogado aos seu pés, eu sou MESMO EXAGERADO! Filho único, egoísta, mimado e mal-humorado. Produtor de Eventos, Engenheiro de QA e butequeiro! Buscando CONHECIMENTO, com cachorro-quente e guaraná. Também sou a personificação da Vingança! Twitter: @ONovoNerd Facebook: http://www.facebook.com/carloscesarcarvalho

Share This Post On